Gildo

Gildo é um elefante cativante. A ilustração de Silvana Rando, super infantil e cheia de ótimas sacadas, como a barata amiga de Gildo, é um passaporte para um delicioso mundo encantado povoado de bichos carismáticos e engraçados, cheios de expressões que fazem as crianças morrerem de rir.

Gildo é um elefantinho simpático e cheio de amigos, que dentre outras coisas é muito corajoso, como só um típico garotinho da pré escola pode ser. Mas eis que ninguém é perfeito, e até Gildo tem um ponto fraco: ele morre de medo de bexiga! Bexiga? Pois é…devo confessar que quando meus filhos eram bebezinhos eu tinha o maior medo que eles tivessem medo de bexiga. Assim mesmo: o medo do medo! Doida eu? Totalmente, mas não sem fundamento. Meu fundamento era uma impressão de criança que achava completamente nonsense que algumas outras crianças tivessem pavor de bexiga. Lembro das festinhas de aniversário, das tias gritando com a criançada “não estoura bexiga que a fulana tem medo!” Na minha pequenez eu pensava “medo do quê, oras?”. Se era medo de barulho, de vento, de explosão ou se era susto eu não sei. Só sei que ficava imaginando de quê que essas pobres criaturas não teriam medo. E daí que eu na queria que meus filhos fossem assim indefesos, pensava eu. Mas eu não conhecia o Gildo nessa época.

Quando conheci entendi tudo. Que as crianças são tão grandes mas são tão pequenininhas. Enfrentam as situações mais difíceis com coragem, mas de repente precisa se recolherem pra dentro de si, enfrentar seus medos internos, que podem aparecer inclusive na forma de bexiga, por que não?

No início, meus filhos, que sempre simpatizaram muito com o tal efefantinho e nunca tiveram medo de bixiga, não entendiam muito bem o que era aquele tal medo. Me olhavam com cara de “como assim?”. Meu filho mais velho achava inconcebível que o medo mais que medonho (roubando a frase de outro livro querido, “Chapeuzinho amarelo”) do elefante fosse uma simples bexiga e não um terrível monstro. Mas com o tempo até ele entendeu que a bexiga é só uma metáfora. Que medo todo mundo tem, mas é só questão de entender o medo e ele passa. Como diz meu filho mais novo pra si mesmo sempre que enfrenta uma situação difícil, “não precisa medo!”

Anúncios

Uma resposta para “Gildo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s